Campeonato Brasileiro da Série A

Campeonato Brasileiro da Série A

Brasileira
(Uma série)
Soccerball current event.svg Campeonato Brasileiro Série A 2021
Brasileirão Série A
Informação Geral
Sede Bandeira do Brasil.svg
Associação Confederação Brasileira de Futebol (CBF)
Fundação 23 de agosto de 1959
No. de edições 62 (Lei de 1959)
organizador Confederação brasileira de futebol
patrocinador Atacante Assaí
TV oficial
Destinatários
Campeão Bandeira do Estado do Rio de Janeiro.svg Flamengo ()
Dados estatísticos
Participantes 20
Jogos 760
Mais laureado Bandeira do Estado de São Paulo.svg Palmeiras (10 °)
Descida Serie B
Classificação a Copa Libertadores
Copa Sul-Americana
Supercopa do Brasil
Site oficial
Brasileirão Série A

El Campeonato Brasileiro da Série A - conhecido como Brasileirae por motivos de patrocínio, como Assaí Brasileiro-, é a categoria mais alta do sistema de campeonatos brasileiros de futebol e a principal competição de clubes do país. Organizado desde 1959 sem interrupções, foi originalmente denominado Taça brasil passou a ser conhecido com o nome atual desde 1971. Desde 2006 é composto por vinte equipes, e é disputado entre os meses de abril a dezembro.

É considerada a primeira liga do continente americano em importância, de acordo com o ranking anual oficial da Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS).

Desde 2003, é disputado no formato de ida e volta, de forma que cada equipe joga duas partidas entre si, uma como local e outra como visitante. A equipe com mais pontos ao final do campeonato é declarada campeã. Portanto, não há um jogo final, que vinha sendo objeto de polêmica, já que tradicionalmente a definição era feita no formato de pós-temporada.

Cada equipe joga trinta e oito partidas. O campeão e as próximas cinco seleções conquistam uma vaga na Copa Libertadores de América; e do sétimo ao décimo segundo lugar são premiados com uma vaga na Copa Sul-Americana. Os últimos quatro são rebaixados para a Série B.

Pelas peculiaridades históricas e pela vasta extensão do país, o Brasil possui uma história relativamente curta de competições de futebol em nível nacional. O Campeonato Brasileiro começou em 1959, mas o campeonato moderno foi apoiado pelo regime militar da época, e facilitado pelos avanços da aviação civil e do transporte aéreo. Antes da criação da liga nacional, os torneios de futebol de maior prestígio no Brasil eram as ligas estaduais, em especial o Campeonato Paulista e o Campeonato Carioca (torneios estaduais de São Paulo e do Rio de Janeiro, respectivamente).

O Campeonato Brasileiro é uma das 10 ligas mais fortes do mundo segundo o ranking oficial da Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS).

Os clubes brasileiros também competem em outros torneios nacionais menores, como a Copa do Brasil, além de outros em nível nacional, regional e estadual.

Desde 1959, um total de 17 clubes foram coroados campeões do futebol brasileiro, 12 dos quais conquistaram o título mais de uma vez, sendo 6 após conquistá-lo em temporadas consecutivas. O Palmeiras é o clube mais bem sucedido no campeonato, tendo vencido o torneio dez vezes, seguido pelo Santos FC com oito títulos, Corinthians e Flamengo com sete títulos e São Paulo com 6 títulos. No total, 157 clubes disputaram o Campeonato Brasileiro desde a primeira edição, em 1959. O estado de São Paulo é o mais bem-sucedido, com 32 títulos em cinco clubes.

As competições que conferem o título de campeão brasileiro são Taça Brasil, Torneio Roberto Gomes Pedrosa e Série A. Em 2010 houve a unificação das títulos de campeões embora diferenciando o competições, organizado por diferentes federações (FPF - FFD em 1967, CBD de 1959 a 1978, CBF desde 1979), com o nome original no lista oficial de vencedores emitido pela federação principal (CBF).

O atual campeão brasileiro é o Flamengo da cidade do Rio de Janeiro, que conquistou seu sétimo título na temporada 2020.

Desde a temporada de 2014, cada equipe pode ter cinco jogadores estrangeiros em quadra. Até 2013, apenas três estrangeiros eram permitidos.

Vale destacar que, por decisão da Confederação Brasileira de Futebol, todos os títulos oficiais estão em vigor desde 1959.

História

T BR 68

Trofeo Taça brasil.

Palestra Itália-1933

A Sociedade Esportiva Palmeiras de 1933 foi a primeira vencedora do Torneio Rio-São Paulo.

Troféu do campeonato brasileiro Cbf.svg

Ilustração do Taça das bolinhas, o antigo troféu do Campeonato Brasileiro da CBF.

O Campeonato Brasileiro foi criado em 1959 com a disputa do Taça brasil. O sistema usado até 1987 era semelhante ao da Copa do Mundo da FIFA ou da Liga dos Campeões da UEFA: os melhores clubes em cada Campeonato Estadual eram divididos em vários pequenos grupos. Em seguida, o melhor de cada grupo jogou os play-offs. Mas a cada ano alguns aspectos do formato, número de participantes e regras mudavam.

En 1979, todos los grandes clubes de São Paulo, excepto Palmeiras, se retiraron de la competición, en protesta contra el extraño sistema de calificación de nivel, que hizo que Palmeiras y Guaraní disputasen solo la fase final (debido a que fueron los finalistas del ano anterior). Na verdade, o Guarani acabou jogando entre os 12 primeiros colocados apenas 3 jogos, e o Palmeiras terminou em terceiro, apesar de jogar apenas 5 partidas em um torneio com 96 participantes.

Em 1984, o Juventus, um pequeno clube de São Paulo, se beneficiou da Série A. Os participantes deste ano puderam ser promovidos e rebaixados da Série B no meio do torneio. A Juventus, que estreou na Série A, foi rebaixada no meio do torneio, acabando por conseguir o título da Série B. Apesar disso, a equipe não foi promovida à Série A no ano seguinte, nem se classificou. do campeonato estadual.

Em 1987, os 13 maiores clubes do Brasil fundaram uma associação chamada clube dois 13, a fim de celebrar seus próprios acordos comerciais sem a mediação da CBF. Como resultado, esses clubes romperam com a CBF e organizaram sua própria liga paralela chamada Copa união, que substituiu o antigo sistema que classifica os campeões estaduais do campeonato nacional.

A FIFA interveio imediatamente, ameaçando os clubes e a seleção nacional de proibi-los de participar de competições internacionais. Assim, o clube dois 13 concordou em fazer uma competição com a CBF, mas mantendo o formato da Copa União. Na final do campeonato, um desentendimento resultou em dois campeões: Sport Recife, com apoio da CBF, e Flamengo, com apoio da clube dois 13 e grande parte da mídia. Entre 1988 e 2003, o sistema da Copa União continuou a ser utilizado com algumas modificações a cada ano.

Em 1999, foi adotado um sistema de rebaixamento médio, semelhante ao utilizado na Primera División argentina: os dois clubes com as piores pontuações na primeira fase das duas temporadas anteriores foram rebaixados. No entanto, este sistema durou apenas uma única temporada.

Em 2005, cada equipe disputou 42 partidas (21 como mandante e 21 como fora), em um total de 42 partidas. O campeão e vice-campeão se classificaram automaticamente para a Copa Libertadores de 2006. Os times que ficaram em terceiro e quarto lugares também representaram o Brasil nesta mesma copa ao derrotar clubes estrangeiros determinados pela CONMEBOL na fase de testes do torneio. O campeão e as seleções classificadas entre 5º e 11º colocados representaram o Brasil na Copa Sul-Americana, com oito times no total. As últimas quatro equipes na classificação da Série A foram rebaixadas para a Série B no ano seguinte.

Onze jogos da competição de 2005 foram cancelados devido a um escândalo de manipulação de resultados, tendo que ser repetidos.

As temporadas com o maior número de participantes da competição em suas quatro divisões foram: 2000 (116 participantes), 1979 (94 participantes) e 1986 (80 participantes).

Formato e regras de competição

Desde 2003, a Série A foi organizada em um round robin de formato duplo, e o time com mais pontos é declarado campeão. As equipes são classificadas pelo total de pontos, depois pela diferença de gols e, em seguida, pelo total de gols marcados. Em caso de empate entre dois ou mais clubes, os critérios de desempate são: maior número de vitórias, saldo de golos e jogos disputados entre eles, não se prevê jogo final.

Antes de 2003, o campeonato brasileiro era tradicionalmente decidido com algum tipo de formato de "play-off" (mais comumente conhecido como "Octagonal", onde as 8 melhores equipes da temporada regular participavam de um torneio eliminatório), em vez de usar o Europeu modelo de acumulação de pontos durante a temporada. Embora alguns puristas se queixem de que este sistema carece das cenas dramáticas dos playoffs e das finais, a competição provou até agora ser uma composição equilibrada, sem um pequeno número de clubes dominando a liga, um fenômeno frequente em muitas ligas europeias.

Para a temporada de 2006, o número de times foi reduzido de 22 para 20, e a CBF confirmou que esse seria o formato "definitivo". Em 2006, foi estabelecido um limite para o número de jogadores estrangeiros, de forma que nenhuma equipe pudesse ter mais de três jogadores estrangeiros em campo ou no banco em cada partida.

A partir da temporada de 2014, cada equipe pode ter cinco jogadores estrangeiros em campo, embora as equipes possam ter quantos estrangeiros quiserem em seu elenco.

Qualificação para torneios internacionais

Copa Libertadores

As seleções brasileiras têm 7 vagas para a Copa Libertadores, classificando as 6 primeiras da tabela do Campeonato Brasileiro da Série A e campeão da Copa do Brasil. No Campeonato Brasileiro, os quatro primeiros garantem vaga para a fase de grupos da Copa Libertadores, sendo que os colocados em 5º e 6º lugares disputarão a rodada anterior da Copa.

Copa Sul-Americana

Além disso, o Campeonato Brasileiro da Série A conta com 6 vagas para a Copa Sul-Americana, as equipes classificadas da 7ª à 12ª colocação na tabela do torneio.

Estatísticas

Os únicos clubes a ganharem campeonatos invictos foram Internacional em 1979, Palmeiras em 1960, Cruzeiro em 1966 e Santos, em três anos consecutivos (1963, 1964 e 1965).

Roberto Dinamite é o jogador com mais gols marcados na história do Campeonato Brasileiro, com 190 gols em 20 temporadas (1971-1989).

Apenas o Flamengo participa de todas as edições do campeonato desde 1971. Levando-se em consideração desde 1959, o Grêmio é o time que participou com o maior número de edições, 59 no total.

Com o rebaixamento do Vasco para a Série B em 2008, do Internacional em 2016 e do Cruzeiro em 2019, apenas uma equipe disputou todas as temporadas da Série A desde a criação do Campeonato Brasileiro em 1971: o Flamengo. O grupo de times que nunca desceu é completado por Santos e São Paulo.

São Paulo, Santos, Corinthians e Portuguesa não disputaram o campeonato de 1979, alegando que muitas equipes participaram. No entanto, como o campeonato daquele ano não teve divisões (todas as equipes jogaram em uma única categoria), eles não foram removidos da Série A em 1980.

Equipes participantes em 2020

Mapa de localização Brasil.svg

Pog.svg vermelho
Athletic-GO
Pog.svg vermelho
Athletic-MG
Pog.svg vermelho
Athletic-PR
Pog.svg vermelho
Bahia
Pog.svg vermelho
Bragantino
Pog.svg vermelho
Ceará
Pog.svg vermelho
Coritiba
Pog.svg vermelho
Fortaleza
Pog.svg vermelho
Grêmio
Pog.svg vermelho
Goiás
Pog.svg vermelho
Internacional
Pog.svg vermelho
Santos
Pog.svg vermelho
Desporto
Pog.svg vermelho

Rio de Janeiro

Pog.svg vermelho

São paulo

Setas 12x12 e.svg
Rio de Janeiro:
Botafogo
Flamengo
Fluminense
Vasco da Gama
Setas 12x12 e.svg
São Paulo:
Corinthians
Palmeiras
São Paulo
Localização das equipes participantes na Série A 2020.
clube Cidade Estádio Capacidade
600px Nero e Rosso Strisce Orizontali2 Atlético Goianense Goiânia Estádio Olímpico Pedro Ludovico 13.500
600px Nero e Bianco Strisce com CAM Atlético Mineiro Belo Horizonte Estádio da independência 23.018
Clube Atlético Paranaense.svg Atletico paranaense Curitiba Arena Baixada 43.000
EC Bahia.svg Bahia Salvador Arena Fonte Nova 50.025
600px Nero com stella Bianca.svg Botafogo Rio de Janeiro Estádio Nilton Santos 46.931
Bragantino Red Bull Bragantino Bragança Paulista Estádio Nabi Abi Chedid 17.100
600px Nero com fascette Bianche Ceará Fortaleza Estádio do castelão 63.903
600px Bianco e Nero com ancora Rossa e bandiera paulista Corinthians São Paulo Arena Corinthians 48.100
Coritiba FC.svg Coritiba Curitiba Estádio Antônio Couto Pereira 40.500
CR Flamengo.svg Flamengo Rio de Janeiro Estádio do Maracanã 74.738
Fluffc Fluminense Rio de Janeiro Estádio do Maracanã 74.738
Fortress EC.svg Fortaleza Fortaleza Estádio do castelão 63.903
Goiás EC.svg Goiás Goiânia Estádio Serra Dourada 50.049
Guild FB Porto-Alegrense.svg Grêmio Porto Alegre Arena do Grêmio 60.540
600px SCI artistic su sfondo Rosso Internacional Porto Alegre Estádio Beira-Rio 50.128
SE Palmeiras.svg Palmeiras São Paulo Allianz Parque 45.000
600px Bianco diviso de Nero a Strisce Santos Santos Estádio Vila Belmiro 20.000
600px Rosso Bianco e Nero com SPFC São Paulo São Paulo Estádio do morumbi 72.039
Sport Club do Recife Esporte Recife Recife Estádio Ilha do Retiro 32.900
CR Vasco da Gama.svg Vasco da Gama Rio de Janeiro Estádio de São Januário 24.500

Destinatários

Ressalta-se que por decisão da Confederação Brasileira de Futebol, os títulos da Taça Brasil e do Torneio Roberto Gomes Pedrosa são de caráter oficial, assim como os da atual Série A.

Temporada Campeão runner-up Terceiro Melhor marcador clube objetivos
Taça brasil
1959 Bahia (1)
Santos Grêmio Bandeira do Brasil.svg Leo Briglia Bahia
8
1960 Palmeiras (1)
Fortaleza Fluminense Bandeira do Brasil.svg Bececê Fortaleza
7
1961 Santos (1)
Bahia América-RJ Bandeira do Brasil.svg Pelé Santos
7
1962 Santos (2)
Botafogo Internacional Bandeira do Brasil.svg Coutinho Santos
7
1963 Santos (3)
Bahia Botafogo Bandeira do Brasil.svg Pelé Santos
8
1964 Santos (4)
Flamengo Ceará Bandeira do Brasil.svg Pelé Santos
7
1965 Santos (5)
Vasco da Gama Recife Náutico Bandeira do Brasil.svg Bita Recife Náutico
9
1966 Cruzeiro (1)
Santos Recife Náutico Bandeira do Brasil.svg Bita
Bandeira do Brasil.svg Toninho guerreiro
Recife Náutico
Santos
10
1967 Palmeiras (2)
Recife Náutico Cruzeiro Bandeira do Brasil.svg Goma de mascar Treze
6
1968 Botafogo (1)
Fortaleza Cruzeiro Bandeira do Brasil.svg Fernando ferretti Botafogo
7
Torneio Roberto Gomes Pedrosa
1967 Palmeiras (3)
Internacional Corinthians Bandeira do Brasil.svg Ademar Pantera
Bandeira do Brasil.svg Cesar da silva
Flamengo
Palmeiras
15
1968 Santos (6)
Internacional Vasco da Gama Bandeira do Brasil.svg Toninho guerreiro Santos
18
1969 Palmeiras (4)
Cruzeiro Corinthians Bandeira do Brasil.svg Edu América-RJ
14
1970 Fluminense (1)
Palmeiras Atlético Mineiro Bandeira do Brasil.svg Brinde Cruzeiro
12
Série A
1971 Atlético Mineiro (1)
São Paulo Botafogo Bandeira do Brasil.svg Dadá maravilha Atlético Mineiro
15
1972 Palmeiras (5)
Botafogo Internacional Bandeira do Brasil.svg Dadá maravilha
Bandeira do Uruguai.svg Pedro Rocha
Atlético Mineiro
São Paulo
17
1973 Palmeiras (6)
São Paulo Cruzeiro Bandeira do Brasil.svg Ramon Santa Cruz Recife
21
1974 Vasco da Gama (1)
Cruzeiro Santos Bandeira do Brasil.svg Dinamite roberto Vasco da Gama
16
1975 Internacional (1)
Cruzeiro Fluminense Bandeira do Brasil.svg Flávio Minuano Internacional
16
1976 Internacional (2)
Corinthians Atlético Mineiro Bandeira do Brasil.svg Dadá maravilha Internacional
16
1977 São Paulo (1)
Atlético Mineiro Operador de Campo Grande Bandeira do Brasil.svg Reinaldo Atlético Mineiro
28
1978 Campinas Guarani (1)
Palmeiras Internacional Bandeira do Brasil.svg Paulinho Vasco da Gama
19
1979 Internacional (3)
Vasco da Gama Coritiba Bandeira do Brasil.svg Cesar de oliveira América-RJ
13
1980 Flamengo (1)
Atlético Mineiro Internacional Bandeira do Brasil.svg Zico Flamengo
21
1981 Grêmio (1)
São Paulo Ponte Preta Bandeira do Brasil.svg Nunes Flamengo
16
1982 Flamengo (2)
Grêmio Campinas Guarani Bandeira do Brasil.svg Zico Flamengo
21
1983 Flamengo (3)
Santos Atlético Mineiro Bandeira do Brasil.svg Serginho chulapa Santos
22
1984 Fluminense (2)
Vasco da Gama Grêmio Bandeira do Brasil.svg Dinamite roberto Vasco da Gama
16
1985 Coritiba (1)
Bangu Brasil de Pelotas Bandeira do Brasil.svg Edmar Campinas Guarani
20
1986 São Paulo (2)
Campinas Guarani Atlético Mineiro Bandeira do Brasil.svg Careca São Paulo
25
1987 Esporte Recife (1)
Campinas Guarani Bangu Bandeira do Brasil.svg Moleiro São Paulo
10
1988 Bahia (2)
Internacional Fluminense Bandeira do Brasil.svg Nilson Internacional
15
1989 Vasco da Gama (2)
São Paulo Cruzeiro Bandeira do Brasil.svg Túlio Maravilha Goiás
11
1990 Corinthians (1)
São Paulo Grêmio Bandeira do Brasil.svg Charles Bahia
11
1991 São Paulo (3)
Bragantino Atlético Mineiro Bandeira do Brasil.svg Paulinho McLaren Santos
15
1992 Flamengo (4)
Botafogo Vasco da Gama Bandeira do Brasil.svg Bebeto Vasco da Gama
18
1993 Palmeiras (7)
Vitória baiana Corinthians Bandeira do Brasil.svg Guga Santos
15
1994 Palmeiras (8)
Corinthians Campinas Guarani Bandeira do Brasil.svg Márcio Amoroso
Bandeira do Brasil.svg Túlio Maravilha
Campinas Guarani
Botafogo
19
1995 Botafogo (2)
Santos Cruzeiro Bandeira do Brasil.svg Túlio Maravilha Botafogo
23
1996 Grêmio (2)
Português Atlético Mineiro Bandeira do Brasil.svg Paulo Nunes
Bandeira do Brasil.svg Renaldo
Grêmio
Atlético Mineiro
16
1997 Vasco da Gama (3)
Palmeiras Internacional Bandeira do Brasil.svg Edmundo Vasco da Gama
29
1998 Corinthians (2)
Cruzeiro Santos Bandeira do Brasil.svg violeta Santos
21
1999 Corinthians (3)
Atlético Mineiro Vitória baiana Bandeira do Brasil.svg Guilherme Atlético Mineiro
28
2000 Vasco da Gama (4)
São caetano Cruzeiro Bandeira do Brasil.svg Endro
Bandeira do Brasil.svg Magno alves
Bandeira do Brasil.svg Romário
Goiás
Fluminense
Vasco da Gama
20
2001 Atletico paranaense (1)
São caetano Fluminense Bandeira do Brasil.svg Romário Vasco da Gama
21
2002 Santos (7)
Corinthians Grêmio Bandeira do Brasil.svg Luís fabiano
Bandeira do Brasil.svg Rodrigo Fabri
São Paulo
Grêmio
19
2003 Cruzeiro (2)
Santos São Paulo Bandeira do Brasil.svg Dimba Goiás
31
2004 Santos (8)
Atletico paranaense São Paulo Bandeira do Brasil.svg Washington Atletico paranaense
34
2005 Corinthians (4)
Internacional Goiás Bandeira do Brasil.svg Romário Vasco da Gama
22
2006 São Paulo (4)
Internacional Grêmio Bandeira do Brasil.svg Souza Goiás
17
2007 São Paulo (5)
Santos Flamengo Bandeira do Brasil.svg Josiel Paraná clube
20
2008 São Paulo (6)
Grêmio Cruzeiro Bandeira do Brasil.svg Keirrison
Bandeira do Brasil.svg Kleber Pereira
Bandeira do Brasil.svg Washington
Coritiba
Santos
Fluminense
21
2009 Flamengo (5)
Internacional São Paulo Bandeira do Brasil.svg Adriano
Bandeira do Brasil.svg Diego tardelli
Flamengo
Atlético Mineiro
19
2010 Fluminense (3)
Cruzeiro Corinthians Bandeira do Brasil.svg Jonas Grêmio
23
2011 Corinthians (5)
Vasco da Gama Fluminense Bandeira do Brasil.svg Humberlito Borges Santos
23
2012 Fluminense (4)
Atlético Mineiro Grêmio Bandeira do Brasil.svg Fred Fluminense
20
2013 Cruzeiro (3)
Grêmio Atletico paranaense Bandeira do Brasil.svg Ederson Atletico paranaense
21
2014 Cruzeiro (4)
São Paulo Internacional Bandeira do Brasil.svg Fred Fluminense
18
2015 Corinthians (6)
Atlético Mineiro Grêmio Bandeira do Brasil.svg Ricardo Oliveira Santos
23
2016 Palmeiras (9)
Santos Flamengo Bandeira do Brasil.svg Fred
Bandeira do Brasil.svg Diego Souza
Bandeira do Brasil.svg William Potter
Atlético Mineiro
Esporte Recife
Ponte Preta
14
2017 Corinthians (7)
Palmeiras Santos Bandeira do Brasil.svg
Bandeira do Brasil.svg Henrique dourado
Corinthians
Fluminense
18
2018 Palmeiras (10)
Flamengo Internacional Bandeira do Brasil.svg Gabriel Barbosa Santos
18
2019 Flamengo (6)
Santos Palmeiras Bandeira do Brasil.svg Gabriel Barbosa Flamengo
25
2020 Flamengo (7)
Internacional Atlético Mineiro Bandeira do Brasil.svg Luciano
Bandeira do Brasil.svg Cláudia
São Paulo
Red Bull Bragantino
18

Títulos por clube

clube Valores mobiliários Anos de campeão Subtítulo Vice-campeão anos
SE Palmeiras.svg Palmeiras 10 1960, 1967, 1967, 1969, 1972, 1973, 1993, 1994, 2016, 2018 4 1970, 1978, 1997, 2017
600px Bianco diviso de Nero a Strisce Santos 8 1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1968, 2002, 2004 8 1959, 1966, 1983, 1995, 2003, 2007, 2016, 2019
EC Corinthians.svg Corinthians 7 1990, 1998, 1999, 2005, 2011, 2015, 2017 3 1976, 1994, 2002
CR Flamengo.svg Flamengo 7 1980, 1982, 1983, 1992, 2009, 2019, 2020 2 1964, 2018
600px Rosso Bianco e Nero com SPFC São Paulo 6 1977, 1986, 1991, 2006, 2007, 2008 6 1971, 1973, 1981, 1989, 1990, 2014
Cruzeiro EC.svg Cruzeiro 4 1966, 2003, 2013, 2014 5 1969, 1974, 1975, 1998, 2010
CR Vasco da Gama.svg Vasco da Gama 4 1974, 1989, 1997, 2000 4 1965, 1979, 1984, 2011
Fluffc Fluminense 4 1970, 1984, 2010, 2012 - -
600px SCI artistic su sfondo Rosso Internacional 3 1975, 1976, 1979 7 1967, 1968, 1988, 2005, 2006, 2009, 2020
600px Nero com stella Bianca.svg Botafogo 2 1968, 1995 3 1962, 1972, 1992
Guild FB Porto-Alegrense.svg Grêmio 2 1981, 1996 3 1982, 2008, 2013
EC Bahia.svg Bahia 2 1959, 1988 2 1961, 1963
600px Nero e Bianco Strisce com CAM Atlético Mineiro 1 1971 5 1977, 1980, 1999, 2012, 2015
Guarani FC.svg Guarani 1 1978 2 1986, 1987
Clube Atlético Paranaense.svg Atletico paranaense 1 2001 1 2004
Coritiba FC.svg Coritiba 1 1985 - -
Sport Club do Recife Esporte Recife 1 1987 - -
Fortress EC.svg Fortaleza - - 2 1960, 1968
600px brancas e listras amarelas dentro de um quadrado verde vermelho azul São caetano - - 2 2000, 2001
Clube Náutico Capibaribe.svg Capibaribe Náutico - - 1 1967
Bangu AC.svg Bangu - - 1 1985
Bragantino Red Bull Bragantino - - 1 1991
EC Vitória.svg Vitória - - 1 1993
Português de Desportos.svg Português - - 1 1996

títulos por estado

Estado Valores mobiliários Clubes
Bandeira do Estado de São Paulo.svg São Paulo 32 Palmeiras (10), Santos (8), Corinthians (7), São Paulo (6), Guarani (1).
Bandeira do Estado do Rio de Janeiro.svg Rio de Janeiro 17 Flamengo (7), basco (4), Fluminense (4) Botafogo (2).
Bandeira de Minas Gerais.svg Minas Gerais 5 Cruzeiro (4), Atlético Mineiro (1).
Bandeira do Rio Grande do Sul.svg Rio Grande del Sur 5 Internacional (3) Grêmio (2).
Bandeira da Bahia.svg Bahia 2 Bahia (2).
Bandeira do Paraná.svg Paraná 2 Atlético Paranaense (1) Coritiba (1).
Bandeira de Pernambuco.svg Pernambuco 1 Esporte Recife (1)

Classificação histórica

A tabela a seguir considera as 62 temporadas do Campeonato brasileiro de futebol de 1959 a 2020 (Taça brasil de 1959 a 1968, Torneio Roberto Gomes Pedrosa de 1967 a 1970 e o Série A do Campeonato Brasileiro de 1971 a 2020). Um total de 158 clubes disputaram pelo menos um campeonato da primeira divisão.

  • Em cores as equipes que disputam o Campeonato Brasileiro de 2021.
Não. clube Temp. PJ PG PE PP GF GC Pontos PA
1. São Paulo 54 1500 665 422 398 2228 1587 2417
2. Santos 61 1517 647 426 444 2254 1706 2367
3. Grêmio 62 1513 646 421 446 2026 1589 2359
4. Internacional 55 1481 648 413 409 2008 1515 2357 +2
5. Corinthians 53 1482 632 435 415 1953 1554 2331 +2
6. Palmeiras 58 1428 644 397 387 2093 1535 2329
7. Cruzeiro 59 1486 638 405 444 2141 1688 2319
8. Flamengo 56 1508 630 426 452 2082 1715 2316 -4
9. Atlético Mineiro 55 1496 632 415 444 2164 1760 2311
10. Fluminense 55 1445 557 401 487 1922 1734 2072 +2
11. Vasco da Gama 53 1409 531 427 451 1926 1712 2020
12. Botafogo 56 1386 498 400 488 1743 1706 1894
13. Atletico paranaense 45 1193 450 317 426 1521 1451 1667
14. Goiás 41 1090 381 302 407 1400 1415 1445
15. Bahia 49 1092 363 342 387 1226 1318 1431
16. Coritiba 40 1077 378 295 404 1259 1287 1429 -8
17. Esporte Recife 42 1005 346 274 387 1166 1245 1312
18. Vitória 39 986 324 317 294 1198 1386 1289
19. Campinas Guarani 29 725 279 218 228 918 812 1055
20. Português (São Paulo) 35 795 264 252 279 961 965 1044 -4
21. Ponte Preta 24 690 250 181 259 870 921 930 -1
22. Figueirense 17 557 171 165 221 640 779 661
23. Náutico 34 666 213 154 299 777 930 644
24. Santa Cruz 24 519 152 166 201 615 741 622
25. Juventude 17 451 147 127 177 528 631 571 +3
26. Paraná 16 460 153 109 198 571 653 568
27. Ceará 25 436 131 136 169 452 538 529
28. América-rj 19 384 125 122 137 431 439 497
29. Paysandu 27 461 120 117 212 542 738 469 -8
30. Fortaleza 23 418 124 126 178 465 559 440
31. Criciúma 13 341 101 88 152 379 482 391
32. América mineiro 17 375 91 117 167 368 506 390
33. São caetano 7 238 103 55 80 323 276 343 -21
34. Remo 16 259 82 70 107 292 327 316
35. Chapecoense 9 228 69 75 94 234 295 282
36. Red Bull Bragantino 11 241 80 81 80 278 298 282
37. MS-operatório 10 176 76 47 53 207 183 275
38. Bangu 11 190 70 60 60 219 199 270
39. Atlético Goianense 12 254 69 72 112 280 348 263
40. Avaí 9 243 65 66 112 263 366 261
41. Joinville 12 212 61 66 85 207 250 249
42. América de natal 15 259 58 71 130 251 420 245
43. CSA 17 218 60 59 99 222 297 239
44. National-AM 16 240 52 75 113 205 337 231
45. Esportes Ferroviários 15 209 57 55 97 174 292 226
46. Botafogo (João Pessoa) 7 113 38 28 47 130 166 166
47. Botafogo (Ribeirão Preto) 6 119 44 28 47 153 157 160
48. CRB 11 153 35 44 74 142 230 149
49. abc 14 142 32 41 69 154 206 137
50. Londrina 7 101 38 22 41 125 131 136

Promoção e rebaixamento para a Série B

Ano Rebaixamento para a Série B Promoção para a Série A na mesma temporada Promoção para a Série A na temporada seguinte
1980 Não houve descida Sport Recife (PE),
América (SP),
Americana (RJ),
Bangu (RJ)
Londrina (PR), CSA (AL)
1981 Não houve descida Palmeiras (SP),
Uberaba (MG),
Bahia (BA),
Náutico (PE)
Guarani (SP), Anapolina (GO)
1982 América (RN), CSA (AL), Desportiva (ES), Ferroviário (CE), Itabaiana (SE), Joinville (SC), Mixto (MT), Nacional (AM), Goiás (GO), Rio (PI), Taguatinga (DF), Vitória (BA) Corinthians (SP),
América (RJ),
São Paulo (RS),
Atlético (PR)
Campo Grande (RJ) Palmeiras (SP)
1983 Brasília (DF), CSA (AL), Ferroviário (CE), Fortaleza (CE), Galícia (BA), Joinville (SC), Juventus (SP), Mixto (MT), Moto Clube (MA), Paysandu (PA) , Rio Branco (ES), Treze (PB) Uberaba (MG),
Guarani (SP),
Botafogo (SP),
Americano (RJ)
1984 Não houve descida Uberlândia (MG) Uberlândia (MG), Remo (PA)
1985 Não houve descida Atum Luso (PA)
1986 Não houve descida Treze (PB),
Centro (PE),
Inter Limeira (SP),
Criciúma (SC)
Não houve promoção
1988 Bangu (RJ), Santa Cruz (PE), Criciúma (SC), América (RJ) Inter de Limeira (SP), Náutico (PE)
1989 Atlético (PR), Coritiba (PR) ¹, Guarani (SP), Sport (PE) Bragantino (SP), São José (SP)
1990 Inter de Limeira (SP), São José (SP) Atlético (PR), Esporte (PE)
1991 Grêmio POA (RS), Vitória (BA) Paysandu (PA), Guarani (SP)
1992 Náutico (PE), Paysandu (PA) América (MG), Ceará (CE), Coritiba (PR), Criciúma (SC), Desportiva (ES), Fortaleza (CE), Grêmio POA (RS), Paraná (PR), Remo (PA), Santa Cruz (PE) ), Vitória (BA), União São João (SP)
1993 América (MG), Atlético (PR), Ceará (CE), Coritiba (PR), Desportiva (ES), Fortaleza (CE), Goiás (GO), Santa Cruz (PE) Não houve promoção
1994 Remo (PA), Náutico (PE) Juventude (RS), Goiás (GO)
1995 Paysandu (PA), União de São João (SP) Atlético (PR), Coritiba (PR)
1996 Fluminense (RJ), Bragantino (SP) União São João (SP), América (RN)
1997 Bahia (BA), Criciúma (SC), Fluminense (RJ), União São João (SP) América (MG), Ponte Preta (SP)
1998 América (MG), Goiás (GO), Bragantino (SP), América (RN) Gama (DF), Botafogo (SP)
1999 Gama (DF), Paraná (PR), Botafogo (SP), Juventude (RS) Goiás (GO), Santa Cruz (PE), América (MG), Bahia (BA), Fluminense (RJ)
2000 Não houve descida. Paraná (PR),
São Caetano (SP),
Remo (PA),
Malutrom (PR)
Paraná (PR), São Caetano (SP), Botafogo (SP)
2001 Santa Cruz (PE), América (MG), Botafogo (SP), Esporte (PE) Paysandu (PA), Figueirense (SC)
2002 Portuguesa (SP), Palmeiras (SP), Gama (DF), Botafogo (RJ) Criciúma (SC), Fortaleza (CE)

Promoções e lançamentos (sistema de liga)

  • Desde a temporada de 2003, o campeonato é disputado em um sistema de liga todos contra todos, com promoções e rebaixamento para quatro times.
Temporada Lançamentos para a Série-B Promoção para a Serie-A
2003 Fortaleza, Bahia Palmeiras, Botafogo
2004 Criciúma, Vitória, Guarani Campinas, Grêmio Brasileiro, Fortaleza
2005 Coritiba, Atlético Mineiro, Paysandu, brasileiro Grêmio, Santa Cruz Recife
2006 Fortaleza, Santa Cruz Recife, São Caetano, Ponte Preta Atlético Mineiro, Esporte Recife, Recife Náutico, América de Natal
2007 América de Natal, Juventude, Paraná Clube, Corinthians Coritiba, Ipatinga, Portuguesa-SP, Vitória
2008 Português-SP, Ipatinga, Vasco da Gama, figueirense Corinthians, Santo André, Avaí, Grêmio Barueri
2009 Esporte Recife, Recife Náutico, Santo André, Coritiba Vasco da Gama, Guarani Campinas, Ceará, Atlético Goianense
2010 Guilda Prudente, Goiás, Guarani Campinas, Vitória Coritiba, figueirense, Bahia, America Mineiro
2011 Atlético Paranaense, Ceará, América Mineiro, Avaí Portuguesa-SP, Náutico Recife, Ponte Preta, Esporte Recife
2012 Esporte Recife, Palmeiras, Atlético Goianense, figueirense Goiás, Criciúma, Athletico Paranaense, Vitória
2013 Português-SP, Vasco da Gama, Ponte Preta, Recife Náutico Palmeiras, Chapecoense, Esporte Recife, figueirense
2014 Vitória, Bahia, Botafogo, Criciúma Joinville, Ponte Preta, Vasco da Gama, Disponível
2015 Disponível, Vasco da Gama, Goiás, Joinville Botafogo, Santa Cruz Recife, Vitória, América Mineiro.
2016 Internacional, Figueirense, Santa Cruz Recife, América Mineiro. Atlético Goianense, Ava, Vasco da Gama, Bahia.
2017 Coritiba, Avaí, Ponte Preta, Atlético Goianense. America Mineiro, Internacional, Ceará, Paraná Clube.
2018 Sport Recife, América Mineiro, Vitória, Paraná Clube. Fortaleza, CSA, Avaí, Goiás.
2019 Cruzeiro, CSA, Chapecoense, Avaí. Red Bull Bragantino, Sport Recife, Coritiba, Atlético Goianense.
2020 Vasco da Gama, Goiás, Coritiba, Botafogo Chapecoense, América Mineiro, Juventude, Cuiabá

Os clássicos

O clássico é chamado de confronto de duas equipes cuja rivalidade é longa, principalmente por se encontrarem em bairros, localidades ou áreas geográficas próximas ou compartilhadas. A seguir, uma lista dos principais clássicos do futebol disputados no Brasil, por unidade da federação.

Interestadual (interprovincial)

  • Nostalgia Classic: Palmeiras x Santos Futebol Clube
  • Paulista Derby: Corinthians x Palmeiras
  • Alvinegro clássico: Corinthians x Santos Futebol Clube
  • Derby Gaúcho (GreNal): Grêmio x Internacional
  • Clash Rei Clássico: São Paulo FC vs. Palmeiras
  • Classic Majestic: Corinthians x São Paulo FC
  • San-São Clássico: São Paulo FC vs. Santos
  • Classic da Amizade (Clássico Amizade): Botafogo x Vasco da Gama
  • Vovô Clássico (Avô Clássico): Botafogo x Fluminense, considerado o clássico mais antigo do Brasil.
  • Dois Gigantes Clássicos: Fluminense x Vasco
  • Clássico dos Milhões (Clássico dos milhões): Vasco da Gama x Flamengo
  • Clássico da rivalidade: Botafogo x Flamengo
  • Carioca Derby (Fla-Flu e Clássico de Multitudes): Flamengo x Fluminense
  • Derby mineiro: Cruzeiro x Atlético Mineiro
  • Derby Baiano (Ba-Vi): Bahia x Vitória
  • Derby do Paraná (Atletiba): Athlético Paranaense x Coritiba
  • Derby Paraense (Re-Pa): Remo x Paysandu
  • O Clássico dos Clássicos: Sport Recife x Náutico
  • The Crowd Classic: Sport Recife x Santa Cruz
  • O Clássico das Emoções: Santa Cruz x Náutico
  • Clássico do Povo Clássico do Povo: Corinthians x Flamengo
  • Clássico Atlético Mineiro - Flamengo
  • Palestrino Clássico: Cruzeiro x Palmeiras

outros

  • Derby Campineiro: Ponte Preta x Guarani
  • Derby Catarinense: Figueirense x Avaí; Criciúma x Joinville
  • Derby Potiguar: América de Natal x ABC (Natal)
  • Derby Cearense: Ceará x Fortaleza
  • Goiano clássico: Goiás x Vila Nova

Os jogos entre os times conhecidos como os "doze grandes" do futebol brasileiro também são chamados de clássicos: Corinthians, Palmeiras, São Paulo FC e Santos FC em São Paulo; Flamengo, Fluminense, Botafogo e Vasco da Gama no Rio de Janeiro; Cruzeiro e Atlético Mineiro em Minas Gerais; e Grêmio e Internacional no Rio Grande do Sul.

Estatísticas do jogador

Estatísticas válidas até 31 de janeiro de 2018.

Melhores artilheiros de todos os tempos da Série A
Rank Jogador objetivos
1. Bandeira do Brasil.svg Robert Dynamite 190
2. Bandeira do Brasil.svg Romário 155
3. Bandeira do Brasil.svg Edmundo 153
4. Bandeira do Brasil.svg Fred 142
5. Bandeira do Brasil.svg Zico 135
6. Bandeira do Brasil.svg Túlio Maravilha 129
7. Bandeira do Brasil.svg Washington 126
8. Bandeira do Brasil.svg Serginho chulapa 125
9. Bandeira do Brasil.svg Luis fabiano 118
10. Bandeira do Brasil.svg Dadá maravilha 113
11. Bandeira do Brasil.svg Paul Baier 106
12. Bandeira do Brasil.svg Kleber Pereira 103
13. Bandeira do Brasil.svg Pelé 100
(Negrito jogadores que ainda estão ativos na Série A).
Máximo de aparições na Série A
Rank Jogador Jogos
1. Bandeira do Brasil.svg Rogério Ceni 552
2. Bandeira do Brasil.svg Fábio 523
3. Bandeira do Brasil.svg Leonardo moura 431
4. Bandeira do Brasil.svg Zinho 369
5. Bandeira do Brasil.svg Clemer 368
6. Bandeira do Brasil.svg Ramon 368
7. Bandeira do Brasil.svg Paul Baier 355
8. Bandeira do Brasil.svg arlequina 347
9. Bandeira do Brasil.svg Cleber 337
10. Bandeira do Brasil.svg Dinamite roberto 330
(Em itálico denota jogadores que continuam a jogar futebol profissional).

(Negrito denota os jogadores que continuam a jogar na Série A).

Treinadores campeões na Série A

  • Lista de técnicos com pelo menos 2 títulos na Série A.
Wanderley Luxemburgo 2010

Wanderley Luxembourg, 5 vezes campeão.

Técnico Valores mobiliários Anos de campeão
Bandeira do Brasil.svg Wanderley Luxembourg
5
1993, 1994, 1998, 2003, 2004
Bandeira do Brasil.svg Luis Alonso Pérez (“Lula”)
5
1961, 1962, 1963, 1964, 1965
Bandeira do Brasil.svg Muricy ramalho
4
2006, 2007, 2008, 2010
Bandeira do Brasil.svg Rubens Minelli
3
1975, 1976, 1977
Bandeira do Brasil.svg Anio Andrade
3
1979, 1981, 1985
Bandeira do Brasil.svg Telê santana
2
1971, 1991
Bandeira do Brasil.svg Osvaldo Brandão
2
1972, 1973
Bandeira do Brasil.svg António Lopes
2
1997, 2005
Bandeira do Brasil.svg Oswaldo de Oliveira
2
1999, 2000
Bandeira do Brasil.svg Marcelo Oliveira
2
2013, 2014
Bandeira do Brasil.svg Adenor Leonardo Bacchi (Tio)
2
2011, 2015
Bandeira do Brasil.svg Luiz felipe scolari
2
1996, 2018

Jogadores campeões por temporada

PELE 3 1961 SANTOS FC
# Jogador Valores mobiliários Estações Equipes)
1 Bandeira do Brasil.svg Dadá maravilha 3 1971, 1972, 1976 Atlético Mineiro, Internacional
2 Bandeira do Brasil.svg Túlio Maravilha 3 1989, 1994, 1995 Goiás, Botafogo
3 Bandeira do Brasil.svg Romário 3 2000, 2001, 2005 Vasco da Gama

Sistema atual

Nível Campeonatos da Liga Nacional
1 Série A
equipamentos 20
Quatro descem.
2 Serie B
equipamentos 20
Quatro ascendem y Quatro descem
3 Série C
20 equipes em 2 grupos de 10
Semifinalistas na fase final são promovidos - Os dois últimos de cada grupo da primeira fase são rebaixados
4 Série D
68 equipes classificadas em campeonatos estaduais
Semifinalistas sobem - Não há descida
Campeonatos estaduais
- Acre - Alagoas - Amapá - Amazonas - Bahia - Ceará - Distrito Federal - Espírito Santo - Goiás - Maranhão - Mato Grosso - Mato Grosso do Sul - Minas Gerais - Pará - Paraíba - Paraná - Pernambuco - Piauí - Rio de Janeiro - Rio Grande do Norte - Rio Grande do Sul - Rondônia - Roraima - Santa Catarina - São Paulo - Sergipe - Tocantins

Veja também

  • Camisa da bandeira do brasil Portal: Esportes no Brasil. Conteúdo relacionado a Esporte no brasil.
  • Camisa da bandeira das Américas. Portal: Futebol na América. .
  • Campeonato brasileiro de futebol
  • Copa brasil
  • Supertaça do Brasil
  • Anexo: Clubes brasileiros em torneios internacionais
  • Anexo: Treinadores Campeões da Série A do Brasil
  • Anexo: estádios de futebol do Brasil

ligações externas

  • Commons-logo.svg O Wikimedia Commons hospeda uma categoria multimídia em Campeonato Brasileiro da Série A.
  • Site oficial do Brasileirão
  • Liga do Brasileirão no Facebook
  • Liga do Brasileirão no Twitter
  • Liga do Brasileirão no Instagram
  • Brasil - Lista dos campeões, RSSSF.com
  • Site Oficial da CBF (Confederação Brasileira de Futebol)
  • Campeões da Série A desde 1971
  • Resultados da Série A Brasil
  • Brasileira